Atualizado 21 horas atrás

Capoeiristas participam de "Batizado" e Troca de Cordas em Ponte Serrada

Festival Berimbau Chamou marcou um momento simbólico para alunos capoeiristas de Ponte Serrada e região,  pois o evento teve a cerimônia conhecida como o Batizado e Troca de Cordas. Ao som do berimbau, do atabaque, do pandeiro, de canto  de palmas e muita ginga cerca 50 capoeiristas da Escola de Artes Ponte Serrada e das cidades de União da Vitória, Porto União, Caçador, Concórdia, Campos Novos e Joaçaba participaram do Batizado e da Troca de Corda do Grupo Capoeira Brasil. O evento também contou com a participação especial do campeão mundial Luiz Henrique Caetano, mais conhecido como Gafanhoto da cidade de Caçador.

 

A Escola das Artes de Ponte Serrada na modalidade de capoeira atende cerca de 30 alunos que participam das aulas gratuitamente aos sábados sob regência do instrutor Jeferson Martins, conhecido como Borracha. A cerimônia  teve a supervisão do mestre Boneco, coordenação do formando Amendoim e organização do instrutor  Borracha com o apoio do Governo Municipal de Ponte Serrada através da Secretaria Municipal de Educação e o Departamento de Cultura.

 

Além dos grupos de capoeira, pais também  estiveram prestigiando seus filhos. A secretária municipal de educação, Andressa Caleffi Tamanho e o diretor de cultura Emerson do Rosário em seus pronunciamentos destacaram a importância do evento e parabenizaram a todos pela dedicação ao esporte. "A capoeira além de ser um esporte que associa cultura, promove disciplina, força, espírito de grupo e inclusão social", comentou  Andressa.

 

Os alunos ainda tiveram aula com o formando Joel Caetano( Amendoim), professor mestre na universidade Uniarp de Caçador e também com o formando Baiano de Joaçaba.

 

O batizado tem por objetivo inserir o aluno iniciante  no universo da Capoeira, quando ele joga, pela primeira vez, com um mestre, instrutor ou professor, sendo apresentado à comunidade capoeirista. Já a troca de cordas é uma graduação para os que já são praticantes. O ritual é realizado uma vez por ano.

 

SERVIÇO: Quem quiser treinar capoeira, basta entrar em contato com o Departamento de Cultura. As aulas ocorrem aos sábados em 2 períodos no Complexo Pedro Domingos Bortolaz.  Mais informações pelo telefone (49) 3435-0915.

Fonte: Assessoria
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções